Pudim Molotov

Share Button

Ingredientes:

Para o pudim

12 claras
12 colheres (sopa) de açúcar
caramelo liquido q.b.

manteiga p/ untar a forma
Para o doce de ovos

6 colheres (sopa) de açúcar
6 gemas
água q.b.

Confeção:

Pré-aqueça o forno a 180º C.
Bata as claras em castelo até ficarem bem firmes.

Acrescente o açúcar, uma colher de cada vez, batendo sempre.
Junte o caramelo liquido necessário para deixar o ppreparado com a cor pretendida (tenha cuidado para que o gosto não fique muito muito forte. O ideal será ir colocando o caramelo e provar a mistura à medida que o fizer).

Com a forma previamente untada com manteiga, deite colheradas da massa, evitando deixar buracos, mexendo com a colher. Alise alise bem.

Leve ao forno, cerca de 20 minutos, ou até o pudim ficar corado por cima. Desligue o forno e deixe o pudim arrefecer lá dentro.

Para preparar o doce de ovos, leve a ferver o açúcar e um pouco de água, sem mexer com a colher (vá rodando o tacho para envolver). Quando a calda atingir um ponto de caramelo muito claro, deite mais um pouco de água e deixe apurar até fazer ponto de pérola.

Deixe a calda arrefecer e misture as gemas. Leve a engrossar, em lume brando, mexendo sempre e sem deixar ferver, para as gemas não talharem.

Desenforme o pudim quando estiver frio e cubra o Molotov com o doce de ovos.
Sabia que…

O nome original desta sobremesa é Pudim Malakof, estando relacionado com a guerra da Crimeia, no séc. XIX, altura em que o pudim era sobejamente preparado para aproveitar as claras que sobravam das receitas com muitas gemas, característica típica da doçaria portuguesa.

Malakof é o nome de uma fortaleza que protegia a cidade de Sebastopol, na Crimeia e, quando o general Pélissier a tomou, recebeu o título de duque de Malakof. Talvez pela popularidade e influência deste general, o pudim recebeu o seu nome.

No entanto, na sequência da 2ª Guerra Mundial (1939-1945) a sobremesa veio a receber a designação comum de Molotov.

Durante a guerra, o ministro dos Negócios Estangeiros da URSS, Vyacheslav Mikalovich Skriabine, dito Molotov na clandestinidade, notabilizou-se a nível mundial e foi como Molotov que passou a ser conhecido internacionalmente.

Provavelmente por confusão com este nome, o povo português passou a designar também esta sobremesa por Pudim Molotov.

Fonte:docesregionais

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo