Tarte de Chocolate com Iogurte Grego e Alperces

Share Button

Tarte de Chocolate com Iogurte Grego e Alperces

Ingredientes:

Para a Massa

15 g de cacau em pó
125 g de farinha
36 g de açúcar (usei amarelo)

75 g de manteiga fria cortada em cubinhos
1 gema de ovo

1 colher de sopa de água fria
Para o Recheio

1 iogurte grego açucarado
6 alperces frescos cortados ao meio e sem caroço
1 colher de sobremesa de manteiga

4 colheres de sopa de Vinho do Porto
2 colheres de sopa de pistachos picados grosseiramente
Preparação:

Massa

Numa taça colocar a farinha, o cacau e o açúcar e misturar. Juntar a manteiga e trabalhar a massa com a ponta dos dedos até ter o aspecto de areia molhada, adicionar a gema de ovo e a água fria e misturar rapidamente até obter uma bola que se envolve em filme de cozinha e se guarda por 30 minutos no frigorifico.

Estender a massa com o rolo da massa e com ela forrar uma tarteira previamente corrada com papel vegetal de cozinha, picar o fundo da tarte com um garfo, cobrir também com papel vegetal e colocar feijão ou grão por cima (eu uso pedrinhas) e levar ao forno quente por 15 ou 20 minutos. Retirar do forno, deixar arrefecer e reservar.

Recheio

Entretanto levar uma frigideira ao lume com uma colherzinha de manteiga e alourar os alperces dos dois lados, polvilhar com uma colher de sopa de açúcar ou um fio de mel, refrescar com o vinho do porto, deixar fervilhar só para evaporar o álcool, apagar o lume e deixar arrefecer.

Montagem

Deitar um iogurte grego açucarado sobre a base da tarte e espalhar uniformemente, colocar por cima os alperces, regar com o molho dos alperces e polvilhar com os pistachos.

Servir fresco.

Notas: Eu adorei o contraste do ácido dos alperces com o doce do chocolate, já o marido gostou da base e do iogurte mas não apreciou o ácido dos alperces que colmatou regando o doce com um fio de mel.

A tarte é pequena, não se esqueçam que por aqui na maioria das vezes cozinha-se apenas para dois, por isso se quiserem uma tarte maior terão que duplicar as quantidades.

A base da tarte pode ser feita de véspera, no entanto o recheio deve ser colocado no máximo uma hora antes de servir para não ficar tudo molengão.

Fonte:tertuliadesabores.blogs.sapo.pt

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo