Pasteis de Vouzela

Share Button

“Para a massa, é só juntar água e farinha, à razão de meio litro por kilo. Misturar e deixar repousar enquanto vai fazendo a cama. Sobre o mármore da mesa, estenda muito bem esticadinho um cobertor de lã. Por cima ponha uma toalha de algodão fina e estique muito bem.

Deita-se então a massa que irá estender com paciência até ficar da espessura de uma folha de papel. Corte pedaços rectangulares de aprox. 15x10cm. Num tabuleiro de ir ao forno untado com manteiga derretida em banho-maria, disponha os pedaços, sobrepondo outros 5 em cada um.

Coloca-se os ovos moles ao comprido em rolo de 2,5 cm de diâmetro. Mais ou menos, sobre o bordo do rectângulo de massa, dobrando o resto por cima de maneira a envolver tudo em pacotinhos como travesseiros, carregando suavemente com um pauzinho em ambas as pontas para fechar correctamente.

O tabuleiro vai ao forno não muito quente para cozer com delicadeza até alourar nas pontas. Retire e depois de frios polvilhe com açúcar em pó. Servem-se frios.

Os ovos moles, pode fazê-los assim: Leve ao lume açúcar e um pouco de água até atingir o ponto de espadana. Conte 1/2 K de açúcar para cada dúzia de gemas de ovos, caseiros claro, para uma boa cor e melhor sabor.

Quando tiver o ponto, vá deitando as gemas uma a uma mexendo sempre na mesma direcção até atingir a consistência própria. Salpicar com canela a olho e dar mais umas voltas. ”

Fonte: docestemperos.blogspot.pt

Share Button

Veja também a receita  Coquinhos da minha mãe

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo